Guerra Russo - Japonesa


Período
1904 - 1905
Área do conflito
Sudeste da Ásia / Oceano Pacífico
Protagonistas
Rússia e Japão
Histórico
Este conflito decorreu das ambições russas e japonesas sobre a Coréia e a Manchúria. Os japoneses não haviam esquecido a intervenção russa, após o Tratado de Shimonoseki, obrigando-os a restituir Porto Arthur, em seguida ocupada por tropas russas que dali se expandiram pela Manchúria. Após inúteis protestos diplomáticos, os japoneses romperam as hostilidades apoderando-se daquele porto e derrotando os adversários em Mukden e na batalha naval de Tsushima. A vitória japonesa teve grande repercussão: pela primeira vez uma potência européia era derrotada por um Estado asiático. A derrota russa, por sua vez, patenteou a fraqueza do regime czarista e iniciou a sua queda, concretizada na Revolução de 1917.
Forças envolvidas
Na batalha naval de Tsushima, a frota russa era composta de 8 couraçados, 8 cruzadores, 9 destróieres e 13 navios auxiliares, comandada pelo Almirante Rojestvensky e o grupo de batalha japonês contava com 4 couraçados, 8 cruzadores, 16 cruzadores leves e 21 destróieres, comandado pelo Almirante Heihachiro Togo.
Em terra, 80.000 soldados russos mal equipados enfrentaram cerca de 270.000 japoneses, bem treinados e motivados.
Principal batalha

Batalha naval de Tsushima: com navios menores, mas com grande mobilidade e poder de fogo, muito superior aos pesados e antigos navios russos, a Marinha japonesa impôs uma derrota humilhante ao inimigo. Das trinta e oito belonaves russas que entraram no Estreito de Tsushima, na manhã de 27 de maio de 1905, um total de vinte e sete haviam sido afundadas ou capturadas pelos japoneses, no entardecer do dia 28, com muitas perdas humanas: os russos tiveram 4.380 mortos, 1.862 feridos e 5.917 prisioneiros. As perdas do Japão foram insignificantes: alguns navios pequenos afundados ou avariados, 117 mortos e 583 feridos.

Resultado final

Com a mediação do presidente dos Estados Unidos, Theodore Roosevelt, inquieto com os progressos do Império japonês, foi assinado o Tratado de Portsmouth, entregando ao Japão a parte sul da ilha Sacalina, Porto Arthur e concessões ferroviárias na Manchúria, além de reconhecer o protetorado sobre a Coréia, pouco depois anexada.

© www.militarypower.com.br

 

                                   www.militarypower.com.br                                   eXTReMe Tracker
                       A sua revista de assuntos militares na internet