Guerra da Indochina


Período
1945 - 1954
Área do conflito
Sudeste da Ásia, na Indochina Francesa, que compreendia a região dos atuais Vietnã, Laos e Camboja.
Protagonistas
França e tropas do Vietminh (Frente de Independência do Vietnã)
Histórico
Iniciada como uma revolta de libertação contra o domínio colonial francês, a Guerra da Indochina foi uma série de duros confrontos. Algumas revoltas fracassadas em 1930 e 1940 pareciam demonstrar que os franceses estavam capacitados a manter o pleno domínio da região, que já o faziam desde o final do século 19. Mas esta posição logo estaria ameaçada. O colapso de seus exércitos na Europa, em 1940, deixou a administração francesa na Indochina em situação difícil. Em 1945 o Vietminh, com apoio da China comunista, assumiu o controle administrativo de Hanói e deu prosseguimento à luta pela completa emancipação do país. Em novembro de 1946, a França atacou tropas do inimigo em Haifong e sua Marinha ordenou o bombardeio naval do porto e da cidade, causando a morte de 6.000 civis. Na luta pela cordilheira de Cao Bang, em outubro de 1950, as tropas francesas foram massacradas na selva e de um total de 4.600 soldados apenas 23 conseguiram escapar para That Khe, produzindo um sério golpe no prestígio francês. Na batalha pelo controle do delta do Rio Vermelho, em 1951, a França obteve uma vitória significativa, fundamental para evitar sua expulsão da Indochina. Lançando mão de artilharia, blindados, paraquedistas e ataques aéreos concentrados, os franceses provocaram 11.000 baixas ao inimigo. Porém em 1952, o Vietminh voltou a triunfar na batalha de Tonquim, derrotando os franceses em Nghia-Lo e Hoa Binh, marchando em direção ao Laos. A decisiva campanha pelo controle do vale de Dien Bien Phu, de novembro de 53 a maio de 54, selou o destino do exército da França e de seu império na Ásia. Ao seu final, os franceses sofreram 8.221 baixas, com 1.293 mortos e os vietnamitas perderam 8.000 homens e tiveram 15.000 feridos. Os soldados franceses capturados tiveram de enfrentar a "marcha da morte", uma caminhada de 800 km até os campos de prisioneiros e nesta jornada, dos 9.000 presos dois terços morreram pelo caminho. Finalmente em 21 de julho de 1954, o governo de Paris reconheceu a perda de seu domínio e asinou um acordo de paz.
Principais forças envolvidas

Cao Bang: 308a. Divisão Vietminh; 4.600 soldados franceses

Delta do rio Vermelho: 304a., 308a., 312a., 316a. e 320a. DI , 42° e 64° RI Vietminh; Grupamentos Móveis (GM) 01, 03, 05, 7° Btl.Pqd., embarcações fluviais e aviões de ataque ao solo franceses.

Tonquim: 05 divisões de infantaria do Vietminh; 03 Btl.Pqd., 15 Btl.Inf., 02 grupos blindados e unidades sapadoras francesas.

Dien Bien Phu: 28 Btl.Inf., com 37.500 homens das 304a., 308a., 321a. e 316a. DI, com amplo apoio de artilharia e morteiros, do Vietminh; 148° RI, 316a. DI, 2° e 6° BtlPqd., 1° Btl.Estrangeiro Pqd., diversos regimento de artilharia e diversos batalhões da Legião Estrangeira, dos franceses.

Principais batalhas
Batalhas na cordilheira de Cao Bang, luta pelo controle do delta do Rio Vermelho, batalha de Tonquim e campanha pela conquista do vale de Dien Bien Phu.
Resultado final

Independência do Vietnã.

© www.militarypower.com.br

 

www.militarypower.com.br
A sua revista de assuntos militares na internet
eXTReMe Tracker