Carro de combate M1 Abrams - Estados Unidos

Originado do projeto MBT-70, de uma concorrência entre Chrysler e General Motors, vencida pela primeira em 1976, o M1 Abrams possui uma característica inédita: sua fonte de energia é uma turbina a gás Avco-Lycoming. Em fevereiro de 1980 foram entregues as primeiras unidades de um total de 7.250 tanques encomendados pelo Exército americano, que viriam a constituir a base de seu poderio blindado nas décadas de 80, 90 e início do século XXI. Atualmente é produzido pela General Dynamics Land Systems. No total 3.273 unidades da versão M1 e 4.796 unidades da versão M1A1 foram entregues ao US Army, 221 unidades para o US Marine Corps e 880 unidades em co-produção para o Exército do Egito. Aproximadamente 315 unidades da versão M1A2 foram exportadas para a Arábia Saudita e outra 218 unidades entregues ao Kwait. Entre 1996 e 2001, cerca de 600 tanques M1 do Exército americano foram modernizados para a versão atual, a M1A2. O M1 possui características notáveis. Uma delas é ser o blindado mais caro do mundo, mas que apresenta melhorias significativas em relação ao M-60 A3. É mais veloz, alcançando até 72 km/h, com ótima aceleração, atingindo 32 km/h em apenas seis segundos. Possui silhueta muito baixa, oferecendo menor alvo ao inimigo, opera com baixos níveis de ruído e sua turbina produz pouca fumaça. Seu armamento principal é um canhão de 120 mm desenvolvido pela alemã Rheinmetall, podendo disparar munições TPCSDS, HEAT-MP e APFSDS esta com um dardo de urânio empobrecido para penetração. O armamento secundário inclui uma metralhadora Browning M2 de 12.7mm na torreta e uma metralhadora M240 de 7.62mm coaxial. O posto do comandante está equipado com seis periscópios permitindo que ele tenha uma visão de 360° do campo de batalha. Tem também à sua disposição um visor termal da Raytheon, estabilizado, para uso durante o dia ou a noite, com escaneamento de área e aquisição de alvo automáticos. O telêmetro a laser fabricado pela Northrop Grumman tem precisão de alcance de 10m e de discriminação de alvos de 20m. Possui proteção NBC e sua blindagem é recheada com urânio empobrecido, podendo resistir aos mais diversos tipos de munições, além disso, em caso de impacto placas especiais com munição reativa dirigem o sopro da explosão para o alto e para fora, preservando sua guarnição. Dotado com equipamento de visão noturna, telêmetro a laser, computador para controle de tiro e grande mobilidade o M1 Abrams é um adversário difícil ser batido no campo de batalha.

Usuários: Estados Unidos (US Army e US Marine Corps), Egito, Arábia Saudita, Kuwait e Austrália.



Tripulação
     
4 homens
Dimensões
   
comprimento: 9,77 m / largura: 3,65 m / altura: 2,89 m
Blindagem
   
Tipo Chobham (composição secreta)
Velocidade
   
67 km/h (máx.em estrada)
Alcance
   
425 km (em estrada pavimentada)
Peso
   
63 toneladas (pronto para combate)
Motor
   
Avco-Lycoming AGT-T a gás com 1.500 hp
Armamento
   
Canhão de 120 mm, duas metralhadoras 7.62 mm e uma 12,7 mm,
6 lançadores de granadas fumígenas e geradores de fumaça.




                                 www.militarypower.com.br                                   eXTReMe Tracker
                       A sua revista de assuntos militares na internet