14 a 17 de abril - Rio de Janeiro - Brasil

A maior exposição de equipamentos de defesa da América Latina em sua 10ª edição, em fotos exclusivas, que mostram o que de melhor aconteceu nos quatro dias do evento:

Fotos: George Abbud

English version

 


VANT Hermes 900 da Elbit Systems, primeira aeronave de
vigilância de grande altitude e longo alcance da FAB.

Abbud em frente ao mock-up do Gripen NG, maior atração da Feira,
dos quais 36 unidades serão entregues à FAB a partir de 2019.

 

 

Estande da Odebrecht Defesa, onde estavam expostos
todos os mísseis da Mectron, incluindo o MAN e o MAR-1.
Estande da Embraer Defesa onde se pode perceber os contornos
da sua mais nova aeronave, o KC-390, fundindo-se com a fachada.

 

 

 

A versão C-SAR do H-36 Caracal da Força Aérea Brasileira, primeiro
helicóptero do país a contar com sonda para reabastecimento em voo.
Estande do gigante europeu Airbus Group, acionista majoritário da Helibrás,
que está montando os helicópteros Caracal para nossas Forças Armadas.

 

 

Estande da SAAB, fabricante do caça Gripen NG, vencedor
do Programa FX-2 da Força Aérea Brasileira.
Blindado 8x8 Guarani fabricado pela Iveco para o Exército Brasileiro,
agora com opção de blindagem removível contra RPG, da israelense Plasan.

 

 



Helicóptero MH-16 Seahawk da Marinha do Brasil, especializado
no combate anti-submarino e anti-superfície.
Estande da gigante norte-americana Lockheed Martin uma das maiores
empresas produtoras de equipamentos militares do mundo.

 

 



Estande da África do Sul, reunindo as
principais empresas do setor de defesa.
Visão ampla do mock-up do caça Gripen NG.
(clique na imagem para ampliá-la)

 

 


Míssil antitanque nacional MSS 1.2 AC da Mectron,
já em produção para o Exército Brasileiro.
Estande dos Emirados Árabes Unidos, um dos países do Oriente
Médio que mais investe em equipamentos de defesa.

 

 



Estande da empresa americana Sikorsky, fabricante de uma linhagem
de excelentes helicópteros, entre eles o UH-60L Black Hawk.
Protótipo do veículo blindado leve 4x4 Tupi, da Avibrás,
que participa de concorrência aberta pelo Exército Brasileiro.

 

 


Primeiro helicóptero AS365 K Pantera, da Aviação do Exército,
modernizado nas instalações da Helibrás para o padrão K2.
Estande da italiana Fincantieri, renomada fabricante de navios de guerra,
e uma das concorrentes do PROSUPER da Marinha do Brasil.

 

 

 


Estande da Emgepron, empresa de projetos navais vinculada
à Marinha do Brasil, que trabalha atualmente no projeto de corvetas CV03.
Abbud em frente a um exemplar do veículo blindado 8x8 Guarani, com
126 unidades já entregues ao Exército Brasileiro e mais 60 encomendadas.

 

 

 

Canhão Light Gun de 105 mm, dos Fuzileiros Navais.

Estande da brasileira AEL Sistemas, subsidiária da Elbit Systems,
fabricante dos principais aviônicos utilizados pelas aeronaves da FAB.

 

 

 



Os impressionantes mísseis nacionais antinavio MAN e
antirradiação MAR-1 (exportado para o Paquistão), ambos da Mectron.
Um dos corredores dos três pavilhões do Riocentro,
que acolheram quase 700 expositores da LAAD 2015.

 

 

 

Sistema lançador múltiplo de foguetes Astros CFN, dos Fuzileiros Navais.
Estande da brasileira Condor, maior fabricante nacional de
armas não-letais para as Forças Armadas e de Segurança Pública.

 

 

 


Mísseis ar-ar A-darter e Marlin, da empresa sul-africana Denel, sendo
que o primeiro está sendo desenvolvido em conjunto com o Brasil.
Abbud em frente ao H-36 Caracal da FAB,
especializado em operações C-SAR.

 

 

 


Estande da brasileira CBC / Taurus, conceituada fabricante de
munições e armas leves, com unidades fabris no país e no exterior.
Estande da BAE Systems, uma das maiores do setor no mundo,
que está modernizando os blindados M-113 e M-109A5 do EB.

 

 

 

Detalhes de equipamentos expostos na LAAD 2015:

 


Seção traseira do caça Gripen NG, com destaque para o leme vertical
e para a tubeira do confiável motor General Eletric F-414G.
Maquete em escala do reator nuclear desenvolvido
pela Marinha para o futuro submarino SN-BR.

 

 

 


Detalhe da plataforma giroestabilizada montada no nariz do H-36 Caracal
da FAB, com sensores de última geração, para uso diurno e noturno.
Seção dianteira do míssil nacional antirradiação MAR-1, da Mectron,
que será integrado aos futuros Gripen NG da FAB.

 

 

 

Seções central e traseira do míssil nacional antinavio MAN-SUP, que
está sendo desenvolvido pela Mectron com assistência da MBDA.
Sonda para reabastecimento em voo do helicóptero H-36 Caracal da FAB.

 

 

 

Sonda para reabastecimento em voo do Gripen NG, que em seguida
é recolhida para um compartimento acima da entrada de ar do caça.
Seção traseira do míssil antitanque nacional MSS 1.2 AC, com
destaque para as aletas que se desdobram após o seu lançamento.

 

 

>>> Para ler artigo sobre as novidades da LAAD 2015, clique aqui

 

 

Edições anteriores:






                                
www.militarypower.com.br                                   eXTReMe Tracker
                      
A sua revista de assuntos militares na internet